ccccGrief, um pastor completamente branco, era o avô materno do primeiro pastor alemão registrado no mundo. Todo Pastor Alemão vivo hoje,cujas raízes remontam a Horand (primeiro cão oficial desta criação), têm ao menos um ancestral branco na sua árvore genealógica e, portanto na sua ascendência genética. A história de Horand foi documentada na enciclopédia canina de Frank Townend Barton, The Kennel Encyclopaedia escrita em 1925 onde lê-se:... "Grief, ancestral de Horand, a Joia da Raça, é um pastor totalmente branco"...

ccccO Dr. Peter Lorenz Neufeld escreveu o primeiro livro com a história do Pastor Branco em 1970 "The Invencible White Shepherd" e atribuiu à casa dos Hapsburgs, da Alsácia Lorena, a tentativa de criar Pastores Brancos para as rainhas que os queriam para acompanhar as carruagens puxadas por cavalos brancos.

ccccEm ambos os casos, todo cão branco é originário, quer da linhagem de Horand, quer da linhagem de Habsburg

ccccNos Estados Unidos e no Canadá, os pastores brancos tornaram-se gradualmente uma raça distinta. Os primeiros cães desta raça foram importados para a Suíça no começo dos anos 70. O macho americano "Lobo", nascido em 05 de março de 1966, pode ser considerado como o progenitor desta raça na Suíça. Os descendentes deste macho, registrados no Livro de Origem Suíço (LOS) como outros pastores brancos importados dos Estados Unidos e do Canadá, multiplicaram-se gradualmente. Existe atualmente um grande número de pastores brancos, de raça pura, depois de várias gerações, distribuídas por toda Europa. Por isso, desde junho de 1991, estes cães estão registrados como uma raça nova no apêndice do Livro de Origem Suíço (LOS).

ccccEm 1964, em Sacramento, Califórnia foi criado o primeiro clube do Pastor Branco, em 1969, foi formado o Clube do Pastor Branco da América, mais tarde mudando o nome para Clube Internacional (ASCI) e, depois, para Clube Internacional do Pastor Branco. Em maio de 1996, a CBKC (orgão máximo da cinofilia no Brasil) em um trabalho conjunto com o Canil Schimmelpfeng e o Clube do Pastor Branco do Brasil (fundado e dirigido por Lia Segadas Vianna) aceitou e passou a registrar a raça em fase de reconhecimento no Brasil como Pastor Branco.

ccccE finalmente em novembro de 2002 a Suíça conseguiu junto a FCI o reconhecimento da raça como PASTOR BRANCO SUÍÇO trazendo-a para o grupo 1 juntamente com os demais cães de pastoreio.

Voltar Pastor Branco Suíço
_______________________________________________________________________________________
Os direitos das imagens e informações aqui contidos são exclusivos do Canil Schimmelpfeng